skip to Main Content
Cotrirosa Negocia Unidade De Grãos E Investe No Moinho De Horizontina

Cotrirosa negocia unidade de grãos e investe no moinho de Horizontina

Para evitar sobreposição de área de atuação, a partir da vinda da Cotrisal na região Noroeste, a Cotrirosa negociou com a cooperativa sua unidade de recebimento de grãos de Horizontina. A assinatura da escritura pública de compra e venda aconteceu na tarde desta terça-feira, 29 de dezembro.

De acordo com o presidente da Cotrirosa, Eduino Wilkomm, a negociação levou em consideração o planejamento estratégico de expansão da Cotrirosa e a delimitação da área de recebimento de grãos das duas cooperativas as quais têm características semelhantes, principalmente na identificação com os produtores rurais. “A decisão foi em comum acordo entre as cooperativas para não haver sobreposição de área de atuação com o mesmo negócio, pensando sempre no melhor para os agricultores associados”, ressalta o presidente ao explicar que a partir do momento em que a Cotrisal demonstrou interesse na compra, o assunto foi discutido internamente junto com o conselho de administração, o qual aprovou a negociação. A Cotrirosa atuava com unidade de grãos em Horizontina desde 2015.

A Cooperativa segue no município e, como já anunciado, intensifica os investimentos no seu moinho de trigo, que industrializa farinha nas marcas Nutrirosa e Cotrirosa. A obra consiste na instalação de uma moega de recebimento de trigo, além de dois silos verticais para armazenagem do produto, com conclusão prevista para final de janeiro de 2021. “Além da ampliação das estruturas no moinho de Horizontina, com a negociação, vamos intensificar nossos investimentos na região em que estão as demais unidades da Cotrirosa”, finaliza Eduino.